~ we’ve been had ~

Quantas vezes a gente já não parou pra pensar naquela manhã da taça de vinho esquecida no braço do sofá que cheirava a gato, no meio de uma manhã quente do fim de janeiro? Quantas vezes?

Sempre que ouço A good woman is hard to find, meu radar procura por ti. Tu é a minha referência maior de mulher, encontrada ~ por acaso ~ nessa internet tão vasta, vasta internet… Da taça de vinho para a madrugada de ontem, quando pensávamos na lista de músicas para a tua festa de aniversário, muita coisa aconteceu. Óbvio. Que bom – imagina três anos e meio de amor e vida dividida pra não acontecer nada?

Da taça pra cá teu espírito, respiro e agir se mostraram pra mim e me apresentaram uma mulher que não só é forte, como gosta do ser forte, de ter rédeas nas mãos, de tocar a própria vida. Um exemplo de determinação, de parceria. Uma bon vivant romana, minha romaninha [ainda tenho que te providenciar um estoque infinito de penas de faisão…].

Daquela taça de vinho, daquela música ouvida enquanto nos pegávamos por todo o apartamento, pra hoje, teu aniversário, todo tipo de obstáculos foram enfrentados, e as mais loucas provas de verdade amorosa foram postas em prática. Eu não sabia de nada disso quando sai daquela padoca no Itaim depois de ter conversado com meu roommate e anunciar a minha partida. Ao entrar na tua vida e me tornar teu [pode falar marido? (;], a gente não sabia bem o que ia encontrar e são desses muitos encontros que o nosso amor é feito.

Todos os dias é possível descobrir coisas novas a seu respeito. A meu respeito. Todas são maravilhosas? Não. Ainda assim, o que é a vida senão um compilado caótico de experiências que te enlouquecem e maravilham?

Sou louco e maravilhado ao teu lado. Os teus trejeitos mais íntimos, aquele sofrer pela fome na alta madrugada ou o desejo de tomar só mais um drink, ou ainda a preguiça de sair de casa para fazer compras… Estarmos juntos me ofereceu conhecer você de forma profunda e inesquecível – ainda que incompleta. Tudo que acontece é bom. Até o ruim, o péssimo, o duvidoso. Se você insiste – e a vida é uma insistência diária – com o amor, o retorno vem. Nem sempre o dedo é verde no plantio da paixão [lembra de quando eu acordava breguíssimo e me declama e derramava nas mais pavorosas e bobas declarações de amor? acho que no fim das contas essa época nunca passou (;]. É a insistência que leva à verdade. Ainda que elas sejam muitas [que bom que as nossas são as que nos fazem ficar juntos e felizes] e nem todas nos façam sorrir.

E como é bom estar ao teu lado e dividir contigo o riso, o choro, a fatura de cartão de crédito de quatro dígitos, a volta pra casa de madrugada, a viagem de carro até o litoral desconhecido, falar sobre o ultraromantismo da adolescência, descobrir teu canto, tocar pra ti cantar, te fazer sorrir e que pena se tantas vezes já te fiz chorar.

Que bom te ter ao meu lado. Que bom que você existe e vive plena. Estou meio que envolto em lágrimas agora [verdade] porque é difícil não pensar na gente e não se emocionar. As pessoas [“essa entidade chamada ‘eles'”] têm uma preconcepção do que é o amor como uma coisa envolta em névoa e com castelos Disney, com cristal por todos os lados. Se ao menos eles soubessem as rasteiras que a vida nos dá para que o sorriso tenha o sabor perfeito…

Obrigado por tudo, vida minha. E que feliz que estamos mais um ano da tua vida juntos. Que feliz… (:

7 respostas em “~ we’ve been had ~

  1. Eu também fiquei emocionada com a beleza desse amor real e cheio de delicadas e doces imperfeições.
    Me sinto muito honrada de tê-los como padrinhos.
    Toda compreensão que houver nessa vida para vocês🙂

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s