DVNO

– a vida da gente é feita de silêncios constrangidos, disse eu.

– de verdades não ditas e de situações cômodas. mas dai a gente vai longe né…… – retrucou ela, distante.

– vai sim – aquiesci, frio.

Dado o falar vazio e o tratamento seco, fica a certeza de que o ciclo de cá se fecha. O não-suspirar, o não-tremer, o não-desejar torna absurda outra coisa senão o pensamento de pequena vingança. É como eu tenho dito ultimamente… “no need to ask my name to figure out how cool I am”.

Dado o carinho e as pequenas expressões de saudade silenciosa, fica a impressão de que o ciclo de lá não se encerrou, e que esta não foi a última conversa sem sentido. Ou como ela disse certa vez… “half of what I say is meaningless, but I say it just to reach you”.

Anúncios

8 respostas em “DVNO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s