Verso inevitável

“quando eu espero
e você diz ‘hoje não vou, não posso’
é como se você me oferecesse,
venenosa,
uma corda e lançasse,
sabida, a pergunta
‘no tornozelo ou no pescoço?'”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s